Milhares de produtos falsificados são apreendidos em Salvador

07/05/2021

Milhares de produtos falsificados são apreendidos em Salvador

Daniel Advogados acompanhou dia 4 uma enorme apreensão de milhares de produtos falsificados que estavam sendo vendidos ilegalmente por comerciantes na região central de Salvador.

A operação, denominada “Consumidor Legal”, foi conduzida e organizada pela Polícia Especializada contra Crimes de Consumo da Delegacia de Defesa do Consumidor (Decon) e a Unidade Repressiva da Receita Federal do Estado da Bahia em conjunto com o Departamento de Combate à Pirataria da Daniel Advogados.

Entre os produtos apreendidos estavam, principalmente, brinquedos, capas de celular e aparelhos eletrônicos. O trabalho de inteligência do escritório com as autoridades locais teve como objetivo combater os centros de distribuição de produtos falsificados e interromper as rotas comerciais usadas pelos criminosos.

Ao final da ação, o dono do estabelecimento comercial foi conduzido à delegacia para prestar depoimento. Os itens recolhidos foram encaminhados ao Decon e, posteriormente, serão enviados à Receita Federal para serem destruídos.

 

Matéria publicada no Migalhas. Leia aqui.

Daniel Advogados acompanhou dia 4 uma enorme apreensão de milhares de produtos falsificados que estavam sendo vendidos ilegalmente por comerciantes na região central de Salvador.

A operação, denominada “Consumidor Legal”, foi conduzida e organizada pela Polícia Especializada contra Crimes de Consumo da Delegacia de Defesa do Consumidor (Decon) e a Unidade Repressiva da Receita Federal do Estado da Bahia em conjunto com o Departamento de Combate à Pirataria da Daniel Advogados.

Entre os produtos apreendidos estavam, principalmente, brinquedos, capas de celular e aparelhos eletrônicos. O trabalho de inteligência do escritório com as autoridades locais teve como objetivo combater os centros de distribuição de produtos falsificados e interromper as rotas comerciais usadas pelos criminosos.

Ao final da ação, o dono do estabelecimento comercial foi conduzido à delegacia para prestar depoimento. Os itens recolhidos foram encaminhados ao Decon e, posteriormente, serão enviados à Receita Federal para serem destruídos.

 

Matéria publicada no Migalhas. Leia aqui.











Assine nossa newsletter










    Voltar









    © Copyright 2020-2021 - Daniel Law. Todos os direitos reservados.